Pastel de Natal Baseado no Caveciuni da Vovó

caveciuni.jpg

As ceias de final de ano me remetem à infância contemplando minha vó na cozinha. Esse ano não foi diferente e minha vó comandou mais uma vez a ceia de natal. Mas dessa vez, não apenas à assisti mas a ajudei em toda a preparação. Minha vó tem a mão cheia para a cozinha, e seu foco é a culinária italiana que ela aprendeu com a sogra.

O Caveciuni é um prato natalino da região de Molise no sul da Itália. A escrita para o  o Caveciuni varia de cidade para cidade, dependendo do dialeto local. Então é possível encontra-lo pelo nome de cavaccuini, calciuni, cauciuni, calvezune, calcioni, calzoni de Ceci ou até mesmo como um “ravioli doce e frito”!!!

Essa receita é tradicionalmente feita com castanhas portuguesas e/ou grão de bico, frutas secas e as diferentes tipos de nozes, típicas da época do natal (castanha do Pará, avelã, amêndoas, etc). E como toda boa receita que viaja o mundo à fora, elas recebem variações de acordo com os ingredientes locais de mais fácil acesso. E no caso do Caveciuni aqui no Brasil, minha avó adaptou o recheio feito castanha portuguesa pela batata doce brasileira. Fica uma delícia, mais docinho e mais em conta.  Além do mais, se torna um doce possível de se fazer o ano inteiro, não somente na época das castanhas portuguesas. Mas aconselho fazer os pasteis somente em ocasiões especiais para não perder o charme, é claro!!!

E falando de adaptações da receita. Esse ano, trabalhei com minha vó na cozinha e foi a coisa mais deliciosa do natal! Aprendi muito e trocamos muitas ideais. E a cada receita tradicional de natal ele queria se aventurar a modificar alguma coisa para torná-la mais saudável. Com o Caveciuni não foi diferente e no lugar da farinha branca, do açúcar branco e da manteiga usamos farinha integral, açúcar mascavo e óleo de coco. Para o recheio tiramos as frutas cristalizadas e o açúcar. E para arrematar, assamos e não fritamos. Enfim, virou um pastelzinho doce de forno.

Ficou uma delicia que até a minha avó se surpreendeu!!! E olha que ela gosta de comida muuuuito gostosa.

E como ainda temos o ano novo pela frente vale muito fazer essa receita com as sobras dos ingredientes da ceia de natal!!!

flor.jpg

Pastel Doce de Natal (caveciuni)
Rendimento: 30 pasteis

Recheio:

  • 1 batata doce média
  • ¼ copo de castanha de caju
  • ¼ copo de castanha do Pará
  • ¼ copo de avelã
  • ¼ copo de amêndoas
  • ½ copo de ameixa seca sem caroço e deixada de molho
  • ½ copo de figo seco sem adição de açúcar
  • 1 punhado de nozes picada com a faca
  • 2 colheres de cacau em pó
  • 1 a 2 copos de vinho tinto
  • 1 colher de sobremesa de raspas de laranja
  • canela e noz moscada à gosto

1.     Cozinhe a batata doce na água ou no vapor até ficar bem molinha. Enquanto a batata cozinha, bata as castanhas, avelã e amêndoas no processador até ficarem grossamente trituradas. Pique as nozes na faca deixando elas em pedaços médios. Reserve.

2.     Quando a batata estiver pronta, tire a casca e bata no processador ou passe no espremedor de batata. Coloque todos os ingredientes do recheio numa panela média e ligue o fogo alto. Mexa bem e deixe ferver, abaixe o fogo e deixe cozinhar por 10 -15min ou até ficar com a consistência de uma geléia bem grossa. Enquanto o recheio esfria, prepare a massa.

ceveciuni 3.jpg

Massa:

  • 1 copo farinha de trigo integral
  • 1 copo farinha de trigo branca
  • 2 colheres (sopa) de açúcar mascavo
  • 1 pitada de sal marinho
  • 2 gemas de ovo
  • 3 colheres (sopa) de óleo de coco  
  • 2 colheres de sopa de anisette (licor de anis)

1.     Misture as farinhas, sal e açúcar numa tigela. Adicione as gemas, óleo e anisette. Misture tudo com a mão até formar uma massa homogênea. Leve a massa para uma superfície lisa e trabalhe a massa por uns 5 min, adicionando mais farinha se precisar. Deixe descansar numa bacia por 15 minutos.

Montagem:

1.     Polvilhe uma superfície lisa com um pouco de farinha e abra a massa com a ajuda de um rolo. Ela deve ficar bem fina, mas não tão fina como uma massa de macarrão.

2.     Corte em tiras de 4 dedos de largura e coloque 1 colher de chá cheia do recheio em cima da massa. Dobre a massa envolvendo o recheio como se estivesse fazendo um pastel e corte com a ajuda de um copo.

3.     Junte os pedacinhos de massa que sobrar dos recortes do pastel e abra novamente até acabar a massa. Mas também pode reaproveitar a massa, enrolar e fritar. Vira um delicioso bolinho de chuva pro lanche da tarde acompanhado de uma xícara de chá verde!!!